domingo, 6 de janeiro de 2008

Espanhóis lançam a primeira boneca com síndrome de down

Aparentemente é uma boneca normal, mas quem prestar mais atenção notará os traços típicos de bebês com síndrome de down. O primeiro brinquedo com essas características se chama Baby Down e é uma das novidades de sucesso do mercado espanhol para as celebrações do próximo dia dos Reis, no domingo (6).
Acompanhe a reportagem completa aqui

6 comentários:

Professor Daniel disse...

Que linda notícia!

Profe Elis disse...

Também achei Daniel, mas eu sou suspeita a falar, por isso estava aguardando os comentários de vocês. Olha que bárbaro esse comentário, acho que diz tudo:"Nem todas as crianças são como a Barbie ou têm a força ou a velocidade de super-heróis em miniatura. Na sociedade temos diferenças que nem sempre se projetam no mundo infantil por medo ou vergonha", por isso essa boneca ajuda a promover o respeito, disse Isidoro Candel, pedagogo da A.E.S.D. é um caminho muito lento, mas acho que os primeiros passos estão sendo dados. E eu acredito que chegará o dia que as pesssoas entenderão o que Maria Tereza Mantoan quis dizer quando fala que inclusão é o privilégio de conviver com as diferenças. Grande abraço.

Profe Elis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rubens S Leme disse...

Elis, tb acho ótimo, este tipo de iniciativa só espero que as pessoas vejam a verdadeira razão por traz deste brinquedo.
A inclusão é um assunto serio mais os meios não precisam ser tão sérios assim

abraço rubens

kaka disse...

É uma ótima oportunidade de aprendizagem...,principalmente, para os pais. ´
O que desejamos repassar para nossos filhos?
Quais valores?
Quais sentimentos?
Reforçar ou ultrapassar paradignas??
Pais, educadores...cabe a todos a transfomação, cada qual, com sua responsabilidade, entretanto com igual importância!!!!!!

Sógenes disse...

Boa noticia, acho que uns dos grandes desafios de uma sociedade onde vê a diferença como elemento de distinção e superioridade econômica – social, como diferencial e vantagens competitivas, é conviver com as diferenças, seja ela física, sexual, religiosa,...